sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

musas? somos todas!

Depois de um giro pela cidade, tendo encontrado amiga Barbarella-sempre-bela e palhaça total, partilho pensamento bonito de amiga bonita, mais palhaça do que ela mesma se imagina, e que também se despede de seu Ulisses de agora (embora, no meu caso, tenha havido soprinho de vida no Mar Morto!):

"E um dia o seu tempo acabou: a coisa boa separa-se de mim, não como algo que me repugna - mas pacificamente e de mim saciada, tal como eu dela, e como se devêssemos gratidão mútua, estendendo-nos a mão em despedida! E algo de novo já espera na porta, e igualmente a minha crença, - a indestrutível tola e sábia - de que esse novo será o certo, o certo e derradeiro. Assim é com alimentos, pessoas, idéias, cidades, poemas, peças musicais, doutrinas, programa do dia, modo de vida."
Nietzsche

Um comentário:

Ana Mine disse...

Mafê!

sorrisos pra ti!
bjos
adorei o fragmento de Nietzsche